Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
295,00 284,00 274,00
GO MT RJ
270,00 277,00 280,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2560,00
Garrote 18m 2790,00
Boi Magro 30m 3700,00
Bezerra 12m 2020,00
Novilha 18m 2480,00
Vaca Boiadeira 2820,00

Atualizado em: 27/5/2022 10:49

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

CNA pede ajuda para produtores afetados pelo clima

 
 
 
Publicado em 27/01/2022

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) solicitou ao governo federal medidas emergenciais e estruturantes para auxiliar produtores rurais de várias regiões do país afetados ou pelas secas ou pelas enchentes das últimas semanas.

As solicitações assinadas pelo presidente da CNA, João Martins, foram protocoladas na terça (25), por meio de ofícios. Um foi endereçado à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em que a CNA propõe ações de caráter urgente para produtores prejudicados pelas secas no Sul, Sudeste e Centro Oeste e pelas chuvas na Bahia e em Minas Gerais.

No outro, encaminhado aos ministros Paulo Guedes (Economia), Ciro Nogueira (Casa Civil) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), a entidade defende uma resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN) com medidas emergenciais de crédito para os produtores impactados pelas enchentes.

No pedido encaminhado à titular da Agricultura, a CNA justifica que as medidas têm o objetivo de dar fôlego aos produtores de alimentos para que mantenham na atividade. “As perdas nas lavouras de milho e soja são significativas nas regiões Sul e de Mato Grosso do Sul e em alguns municípios da região Sudeste, o que impede os produtores de honrarem seus compromissos financeiros na safra 2021/2022”, diz o presidente da CNA no ofício.

A Confederação relatou casos em que produtores tomaram financiamentos, compraram insumos e não puderam semear, ou semearam fora da janela de plantio indicada pelo Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC), em função do déficit hídrico. E citou também que na região Sul houve perdas expressivas para a fruticultura, olericultura e pastagens, situação semelhante ao que ocorreu na Bahia e Minas Gerais em função do excesso de chuvas.

Desta forma, a Confederação enviou ao Mapa um conjunto de propostas emergenciais, como a prorrogação das parcelas de crédito de investimento vencidas e com vencimento em 2022 após o vencimento da última parcela dos contratos, com a mesma taxa de juros, independentemente da fonte de recursos, desde que o produtor esteja em dia com as parcelas em 31/12/2021 e apresente laudo técnico agronômico comprovando as perdas. Para as parcelas de custeio que vencem em 2022, a CNA solicitou o parcelamento nos próximos dois anos.

A CNA também defende a retirada de taxas cobradas pelas instituições financeiras sobre o valor dos financiamentos para alongamento das operações de crédito e o adiamento para um ano após o vencimento final das renegociações de dívidas já renegociadas por produtores (Pesa e securitização) em função de eventos climáticos que impactaram a produção na safra 2019/2020 e em função das restrições impostas pelo Covid-19.

Além das medidas emergenciais, a CNA solicitou o apoio do Ministério da Agricultura para a implantação de medidas estruturantes para o setor agropecuário, como agilidade na regulamentação para reservação de água nas propriedades rurais e a priorização das políticas de gestão de riscos.  Com informações da CNA.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[27/05/2022] - Governo dos EUA lança ofensiva contra frigoríficos
[27/05/2022] - Arroba: embargo chinês é a desculpa da vez
[27/05/2022] - Arroba: frigoríficos de SP forçam mais a baixa
[27/05/2022] - Exportação de sêmen bovino dispara 53%
[27/05/2022] - Milho: China não deve comprar muito do Brasil
[26/05/2022] - Pecuaristas tomam prejuízo com gado em Goiás
[26/05/2022] - Exportações de carne bovina: recorde histórico

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[26/05/2022] - Abates cresceram porque pecuarista investiu
[26/05/2022] - Fim da vacinação pode abrir mercado enorme
[26/05/2022] - Fiscais agropecuários aprovam greve geral
[26/05/2022] - Milho: mercado sem oferta no Sul
[26/05/2022] - Câmara aprova ICMS menor sobre combustíveis
[25/05/2022] - Exportações devem bater novo recorde em maio
[25/05/2022] - China segue impondo dificuldades aos frigoríficos
[25/05/2022] - Arroba: pressão de baixa ainda é forte
[25/05/2022] - Inflação do Agro recuou em abril
[25/05/2022] - Dependência de adubo importado preocupa
[25/05/2022] - Montes prevê que próximo Plano Safra será robusto
[24/05/2022] - China barra compras de mais três frigoríficos
[24/05/2022] - Preço da carne exportada subiu quase 30%
[24/05/2022] - Arroba: frigoríficos derrubam cotações
[24/05/2022] - Queda do preço do boi pode estar perto do fim
[24/05/2022] - Brasil vai exportar milho à China
[24/05/2022] - Milho: abertura do mercado chinês puxa cotações
[23/05/2022] - Custo alto deve reduzir confinamento em 2022
[23/05/2022] - Arroba: mercado devagar em SP
[23/05/2022] - Arroba: até quando frigoríficos tentarão a baixa?
[23/05/2022] - Milho: frente fria não prejudicou a safra
[23/05/2022] - Milho: mercado travado no Sul do Brasil
[20/05/2022] - Senadores dos EUA: frigoríficos formam cartel
[20/05/2022] - Exportações do Agro batem recorde histórico
[20/05/2022] - Frigoríficos querem boi barato e exportação cara
[20/05/2022] - Arroba: frigoríficos continuam derrubando preços
[20/05/2022] - População ocupada no Agro: maior número desde 2016
[20/05/2022] - Falso policial aplicava golpe em produtores rurais
[20/05/2022] - Argentina aumenta novamente impostos sobre o Agro
[20/05/2022] - Satélites da SpaceX ajudarão a monitorar Amazônia
[19/05/2022] - Bloqueio chinês gera prejuízos incalculáveis em GO
[19/05/2022] - China compra quase 50% das exportações do Brasil
[19/05/2022] - Arroba: frigoríficos testam valores menores
[19/05/2022] - Arroba: onda de frio segue influenciando cotações
[19/05/2022] - Onda de frio continua sem grandes danos ao Agro
[19/05/2022] - Inflação do aluguel desaba na prévia de maio
[18/05/2022] - Frigoríficos aproveitam o frio para derrubar o boi
[18/05/2022] - Onda de frio: até quando?
[18/05/2022] - Arroba: preço dos machos cede em São Paulo
[18/05/2022] - Analista prevê mais quedas para o boi gordo
[18/05/2022] - Custo em alta derruba confiança do pecuarista
[17/05/2022] - China está usando os EUA para pressionar o Brasil?
[17/05/2022] - Ações de frigoríficos caem com ação da China
[17/05/2022] - Como estão as exportações de carne em maio?
[17/05/2022] - Arroba: preços no mesmo lugar
[17/05/2022] - Preço do boi estável em Rondônia
[17/05/2022] - Lucro da Frigol dispara com exportações
[17/05/2022] - Embrapa: leite subiu menos que custo de produção
[17/05/2022] - Funcionários de fazenda presos por furto de gado
[17/05/2022] - MP muda Tabela de Frete Rodoviário

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br