Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
313,00 303,00 312,00
GO MT RJ
304,00 296,00 298,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2620,00
Garrote 18m 2900,00
Boi Magro 30m 3420,00
Bezerra 12m 2240,00
Novilha 18m 2680,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 7/12/2021 11:00

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

China: produção de carne suína é a maior em 3 anos

 
 
 
Publicado em 18/10/2021

A produção de carne suína da China no terceiro trimestre atingiu seu maior nível em três anos, dados oficiais mostraram na segunda-feira (18), depois que produtores construíram milhares de grandes granjas de criação no ano passado para reconstruir um rebanho de suínos dizimado pela peste suína africana.

A produção de carne suína em julho-setembro foi de 12,02 milhões de toneladas, um aumento de 43% em comparação com o ano anterior, segundo cálculos da Reuters com base em dados oficiais, e a maior desde o terceiro trimestre de 2018, antes que a China começasse a sentir as consequências da peste suína epidemia.

A produção de carne suína da China saltou 38% nos primeiros três trimestres de 2021 em relação ao ano anterior, para 39,17 milhões de toneladas, disse o departamento de estatísticas.

O terceiro trimestre foi, no entanto, inferior às 13,46 milhões de toneladas do segundo trimestre, desafiando as expectativas de alguns analistas.

“Achei que seria maior do que o segundo trimestre porq houve muitas liquidações no terceiro trimestre”, disse Pan Chenjun, analista sênior do Rabobank.

O aumento na produção de carne suína foi liderado pelos maiores produtores, que investiram bilhões de yuans em novas fazendas durante 2020 em uma tentativa de conquistar participação de mercado após a epidemia de peste suína.

Mas os preços despencaram 65% até agora este ano, levando alguns agricultores a vender seus rebanhos e sair, enquanto outros aproveitaram a oportunidade para se livrar de porcas menos produtivas.

O rebanho de porcas da China diminuiu 0,5% em julho em relação a junho, e mais 0,9% em agosto em relação ao mês anterior, de acordo com dados publicados anteriormente pelo Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais.

“No segundo trimestre muitos pequenos produtores ainda tinham esperança (que os preços se recuperariam). Mas no terceiro trimestre as perdas haviam durado o suficiente para eles pararem, eles não tinham fluxo de caixa ”, acrescentou Pan.

Alguns estavam perdendo até 1.000 yuans (US $ 155,32) por cabeça no mês passado, acrescentou ela, quando os preços do suíno vivo caíram para menos de 11 yuans por quilo. Os preços estão atualmente em 13,08 yuans.

Os preços também estão sob pressão de grandes importações este ano, embora tenham desacelerado consideravelmente no mês passado, com chegadas em setembro de 210.000 toneladas, queda de 44,8% em relação ao ano anterior, e a menor em 23 meses, de acordo com dados alfandegários.

A China trouxe 3,14 milhões de toneladas de carne suína nos primeiros nove meses do ano, queda de 4,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, mostraram dados alfandegários também divulgados na segunda-feira.

O departamento de estatísticas disse que o rebanho de suínos da China diminuiu para 437,64 milhões de cabeças no final de setembro, ante 439,11 milhões no final de junho.

A China abateu 491,93 milhões de suínos nos primeiros nove meses do ano, um aumento de 35,9% em relação ao ano anterior, acrescentou. Com informações da Reuters.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[07/12/2021] - Arroba: boi ainda sobe em algumas regiões
[07/12/2021] - Arroba: pressão dos grandes frigoríficos
[07/12/2021] - Abates em alta em Mato Grosso
[07/12/2021] - Leite: como ficarão os preços em dezembro?
[07/12/2021] - Milho: preços perderam força em novembro
[06/12/2021] - EUA não vão parar de importar carne do Brasil
[06/12/2021] - Não vai ter carne para atender chineses

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[06/12/2021] - Arroba: frigoríficos vão pagar ainda mais?
[06/12/2021] - Arroba: mercado de olho no consumo
[06/12/2021] - Milho: vendedores seguram oferta e preço sobe
[03/12/2021] - Arroba: referências em alta
[03/12/2021] - Arroba: frigoríficos pagam bem mais
[03/12/2021] - Leite: mercado sofre ajuste
[03/12/2021] - Exportações do Agro cresceram quase 20%
[03/12/2021] - Agro precisa de apoio, diz FAESP
[03/12/2021] - Minerva conclui compra de frigoríficos
[03/12/2021] - Crédito rural: contratações cresceram 23,5%
[02/12/2021] - Arroba: frigoríficos entram com força na compra
[02/12/2021] - CEPEA: boi volta a bater nas máximas
[02/12/2021] - Rússia habilita mais duas unidades para exportação
[02/12/2021] - Vizinhos da Rússia também querem importar carne
[02/12/2021] - Por que o PIB do Agro caiu?
[02/12/2021] - Inflação medida pelo IPC também perdeu força
[01/12/2021] - Arroba: boi segue em alta
[01/12/2021] - Arroba: frigoríficos já estão pagando mais em SP
[01/12/2021] - EUA devem aumentar importação de carne do Brasil
[01/12/2021] - Exportações: volume caiu, mas preço da carne subiu
[01/12/2021] - Deputados debatem aumento de custo na pecuária
[01/12/2021] - MAPA prorroga vacinação em 14 estados
[01/12/2021] - Câmara aprova indenização a pecuaristas
[30/11/2021] - Arroba: frigoríficos pagam acima da referência
[30/11/2021] - Scot vê oferta curta de boi
[30/11/2021] - Boi gordo em alta em Goiás
[30/11/2021] - Abates aumentaram 18% em Mato Grosso
[30/11/2021] - Frigoríficos prevêem disparada do boi
[30/11/2021] - Leite: preço do leite caiu com força
[30/11/2021] - Senado aprova preço mínimo para perecíveis
[30/11/2021] - Tereza: produtor precisa ser pago por preservação
[29/11/2021] - Arroba: mercado agora espera sinal do consumo
[29/11/2021] - Embargo chinês é jogada comercial, diz produtor
[29/11/2021] - Ministro chama ameaça da UE de protecionismo
[29/11/2021] - Milho: preços reagem após 2 meses de queda
[29/11/2021] - Vacinação contra aftosa é prorrogada em SP
[29/11/2021] - Leite: indústrias reclamam de queda nas vendas
[29/11/2021] - IGP-M perde força e fica abaixo das previsões
[26/11/2021] - Arroba: boi em alta, carne também subiu
[26/11/2021] - Arroba: preços também subiram em SP
[26/11/2021] - Margem do pecuarista deve subir se China voltar
[26/11/2021] - Confinamento cresceu em 2021 e deve crescer mais
[26/11/2021] - EUA: Brasil lidera produtividade agropecuária
[26/11/2021] - Economia: atividade cresceu 2% em outubro
[26/11/2021] - Senado aprova projeto que pode reduzir frete
[25/11/2021] - Arroba: mercado em alta
[25/11/2021] - CEPEA vê arroba do boi a R$ 310
[25/11/2021] - Milho cai em Mato Grosso do Sul
[25/11/2021] - Produtores de suínos comemoram abertura russa
[25/11/2021] - Arbitragens mostram a briga por trás da JBS

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br