Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
260,00 265,00 249,00
GO MT RJ
245,00 246,00 279,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2400,00
Garrote 18m 2770,00
Boi Magro 30m 3290,00
Bezerra 12m 2100,00
Novilha 18m 2540,00
Vaca Boiadeira 2840,00

Atualizado em: 26/10/2021 12:13

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Milho: como estão os preços no mercado futuro?

 
 
 
Publicado em 23/09/2021

A Bolsa Brasileira (B3) segue com os preços futuros do milho operando levemente mais negativos nesta quinta-feira (23).

Por volta das 11h49 (horário de Brasília), o vencimento novembro/21 era cotado à R$ 91,74 com baixa de 0,52%, o janeiro/22 valia R$ 93,57 com queda de 0,16%, o março/22 era negociado por R$ 93,50 com elevação de 0,09% e o maio/22 tinha valor de R$ 89,05 com perda de 0,41%.

De acordo com a análise diária da Agrifatto Consultoria, “a oferta do milho continua a sobressair diante da demanda do mercado, dando sequência a pressão nos futuros do cereal”.

Mercado Externo

Os preços internacionais do milho futuro aprofundaram suas perdas nesta quinta-feira na Bolsa de Chicago (CBOT).

Por volta das 11h38 (horário de Brasília), o vencimento dezembro/21 era cotado à US$ 5,23 com perda de 2,50 pontos, o março/22 valia US$ 5,30 com queda de 2,50 pontos, o maio/22 era negociado por US$ 5,34 com desvalorização de 2,75 pontos e o julho/22 tinha valor de US$ 5,34 com baixa de 2,50 pontos.

Uma noite tranquila nos mercados noturnos deixou os preços do milho em uma perda esta manhã, já que a pressão da colheita e a crescente inquietação sobre os mandatos de mistura de biocombustíveis amorteceram a perspectiva de ganhos de preço durante a noite.

“Os preços mais baixos da energia também pesaram sobre o complexo do milho”, ressalta a analista Jacqueline Holland.

A publicação destaca ainda que os olhos estão atentos ao relatório semanal de vendas de exportação do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), aguardando para ver se as instalações do terminal de exportação nos EUA estão de fato funcionando após sofrer danos causados pelo vento durante o furacão Ida, quase um mês atrás.

“Nas duas primeiras semanas da campanha de 2021/22, os ritmos semanais de carregamento do milho já eram 73% inferiores à média de cinco anos e 69% inferiores aos do ano anterior”, diz Holland. Com informações da Agrifatto e do Notícias Agrícolas.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[26/10/2021] - China libera primeira carga de carne brasileira
[26/10/2021] - Não há oferta de carne para atender à China
[26/10/2021] - Arroba: preço firmou mas mercado travou
[26/10/2021] - Carne caiu no atacado mas segue firme no varejo
[26/10/2021] - Pecuarista segura o boi para não vender barato
[26/10/2021] - Agro confirmou exportações de US$ 10 bi
[26/10/2021] - Brasil gerou mais de 300 mil empregos em setembro
[26/10/2021] - IPCA registra primeira queda no preço da carne

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[25/10/2021] - Técnicos do MAPA já se reuniram com chineses
[25/10/2021] - Preço da carne ainda não acompanhou queda do boi
[25/10/2021] - Arroba: semana fechou com cotações estáveis
[25/10/2021] - Milho: compradores seguem esperando baixa
[25/10/2021] - Falta de fertilizantes pode demorar a se resolver
[22/10/2021] - Frigoríficos têm a maior margem de lucro em 2 anos
[22/10/2021] - China promete solução rápida para o embargo
[22/10/2021] - Confinadores amargam prejuízos
[22/10/2021] - Arroba: referência fica abaixo de R$ 270
[22/10/2021] - Consórcio de máquinas agrícolas cresceu 20%
[22/10/2021] - Dólar dispara com incerteza nas contas públicas
[21/10/2021] - Embargo chinês: o tiro que pode sair pela culatra
[21/10/2021] - FAESP cobra ações do MAPA contra embargo chinês
[21/10/2021] - Arroba: frigoríficos dizem ter bois suficientes
[21/10/2021] - CEPEA: preço do boi caiu mais que a carne
[21/10/2021] - Leite: preço no Brasil está maior que no exterior
[21/10/2021] - Marfrig será maior acionista da BRF
[20/10/2021] - Embargo chinês é estratégia comercial
[20/10/2021] - Frigoríficos devem parar produção para a China
[20/10/2021] - Queda do boi não chega ao preço da carne
[20/10/2021] - Arroba: pressão de baixa continua em SP
[20/10/2021] - CVM nega acordo na venda da Bertin à JBS
[20/10/2021] - Queda do boi já reflete na inflação do Agro
[19/10/2021] - Tereza pode ir à China para resolver embargo
[19/10/2021] - Exportação: volume exportado caiu, mas preço subiu
[19/10/2021] - Arroba: frigoríficos voltam a pressionar
[19/10/2021] - IMEA: queda da arroba foi maior que a expectativa
[19/10/2021] - IGP-M volta a registrar deflação
[19/10/2021] - Agro pode ganhar força com mais ferrovias
[18/10/2021] - Exportações do Agro bateram US$ 10 bi em setembro
[18/10/2021] - Arroba: preços pararam de cair
[18/10/2021] - China: produção de carne suína é a maior em 3 anos
[18/10/2021] - Leite: produtor tenta reduzir custos
[18/10/2021] - Milho: preços em queda
[18/10/2021] - Milho: custo de produção sobe em Mato Grosso
[15/10/2021] - Arroba: frigoríficos continuam derrubando o boi
[15/10/2021] - Ataques a entidades do Agro causam indignação
[15/10/2021] - Deputado da FPA pede investigação de vandalismo
[15/10/2021] - Atividade econômica perdeu força em agosto
[15/10/2021] - JBS faz novo investimento nos Estados Unidos
[15/10/2021] - Alemanha tem caso atípico de vaca louca
[14/10/2021] - China terá carne barata quando mercado reabrir?
[14/10/2021] - Militantes vandalizam sede de entidades do Agro
[14/10/2021] - Arroba: boi caiu, mas a carne ainda não
[14/10/2021] - CEPEA: pecuaristas não aceitam preços menores
[14/10/2021] - PIB da Pecuária: alta de 6,1% em 2021
[13/10/2021] - Como estão as exportações em outubro?
[13/10/2021] - Arroba: frigoríficos continuam segurando compras
[13/10/2021] - China derrubou importações de carne
[13/10/2021] - Milho: compradores saíram do mercado

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br