Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
309,00 304,00 304,00
GO MT RJ
299,00 296,00 294,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2850,00
Garrote 18m 3190,00
Boi Magro 30m 3980,00
Bezerra 12m 2190,00
Novilha 18m 2800,00
Vaca Boiadeira 3090,00

Atualizado em: 23/7/2021 09:41

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Preços dos lácteos estão mais altos

 
 
 
Publicado em 16/06/2021

Em 2021, a produção de leite dos principais países exportadores teve tímido crescimento. No primeiro trimestre, os maiores aumentos de oferta estão vindo dos Estados Unidos e da Nova Zelândia, enquanto a União Europeia apresenta queda de 1,3% na produção. A demanda continua aquecida, principalmente por parte da China, que vem registrando importações de lácteos acima dos volumes observados no ano passado. Essa conjuntura tem contribuído para manter os preços internacionais em patamares mais altos. No GDT, desde meados de março deste ano, o leite em pó integral está cotado acima dos US$4.000 por tonelada. Nas últimas semanas, os preços da manteiga registraram redução de aproximadamente US$1 mil por tonelada, mas ainda se mantiveram com valores acima do ano passado.

No Brasil, os custos de produção de leite continuam pressionando as margens da atividade. O cenário é de aumento consistente de custos desde 2018, que se intensificou no final de 2020. Nos últimos doze meses, o ICPLeite/Embrapa acumula aumento de 31% com destaque para os itens ligados à alimentação. O grupo com maior alta foi o concentrado, pressionado pelos aumentos de preços do milho e da soja, de 101% e 41%, respectivamente, em relação à maio de 2020. Recentemente, os grupos de ‘produção e compra de volumosos’ e ‘sal mineral’ também têm apresentado altas expressivas.

Na balança comercial, as importações de lácteos reduziram consideravelmente em abril e maio, com volumes de 50 e 58 milhões de litros, respectivamente. Nos últimos quatro meses de 2020, o volume importado se manteve acima dos 180 milhões de litros por mês. Já as exportações tiveram um aumento importante nos últimos dois meses, comparado a meses anteriores, com volumes de 25 e 17 milhões de litros. Isto contribuiu para redução na entrada líquida de leite no Brasil.

A conjunção de custo de produção mais alto, o período atual de entressafra e problemas climáticos localizados reduziu a disponibilidade interna nos últimos meses. Esse cenário, somado a menor entrada líquida de leite via balança comercial e um consumo interno de lácteos que cresceu no início do ano, mesmo que em menor magnitude que em 2020, está contribuindo para deixar a relação entre oferta e demanda mais equilibrada nesse momento no mercado.

Os preços dos lácteos no atacado apresentaram recuperação mais consistente em maio, principalmente a partir da segunda quinzena e que vem se mantendo nesse início de junho. Destaques para o queijo muçarela, que subiu em média 12% no mês de maio em comparação a abril e para o leite Spot, que teve aumento de 17% na mesma comparação. O leite UHT subiu 6%, enquanto o leite em pó teve aumento de apenas 1% na média de maio.

Para o produtor, o preço voltou a subir em abril e maio, com aumentos pouco superiores a 2% na média nacional em cada mês. Para junho, considerando o leite entregue em maio, as projeções dos Conseleites são de novos aumentos, mas em percentuais maiores que aqueles observados nos meses anteriores.

O cenário econômico atual melhorou com as estimativas de crescimento do PIB brasileiro, chegando a 4,36% segundo o boletim Focus do Banco Central. A geração de empregos formais também tem crescido, com o Brasil já superando os níveis antes da pandemia. A taxa de câmbio apresentou queda nas últimas semanas. Dólar mais baixo ajuda a reduzir a pressão sobre o preço de alguns itens que compõem o custo de produção, mas associado ao aumento dos preços internos do leite, pode estimular as importações de lácteos em um futuro breve. Uma retomada mais consistente da economia ainda esbarra na alta taxa de desemprego e na piora da renda média da população, além do ritmo lento da vacinação associado a situação da pandemia no País. Ou seja, o cenário é positivo, mas ainda com muitos fatores de incerteza no horizonte. Com informações do Agrolink. 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[23/07/2021] - Contrabando de bois: ação da polícia apreende gado
[23/07/2021] - Arroba: não está sobrando boi
[23/07/2021] - Arroba: onde o boi subiu?
[23/07/2021] - Como deve ser esta sexta no mercado do boi?
[23/07/2021] - Situação difícil para quem precisa comprar milho
[23/07/2021] - China jura que peste suína está sob controle
[23/07/2021] - JBS convoca funcionários para trabalho presencial

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[22/07/2021] - China pode habilitar novos frigoríficos no Brasil
[22/07/2021] - Arroba: confinamento dá uma mão aos frigoríficos
[22/07/2021] - Exportações recordes aos EUA surpreendem o setor
[22/07/2021] - Laticínios falam em colapso do setor do leite
[22/07/2021] - SC terá a menor safra de milho da história
[22/07/2021] - Ministro não acredita em greve dos caminhoneiros
[22/07/2021] - Produtores rurais são vítimas de onda de golpes
[21/07/2021] - Ministro Tarcísio defende construção da Ferrogrão
[21/07/2021] - MT anuncia projeto que pode prejudicar a Ferrogrão
[21/07/2021] - Caminhoneiros voltam a ameaçar governo
[21/07/2021] - Arroba: frigoríficos tentam segurar boi na unha
[21/07/2021] - Tem como a arroba do boi subir mais?
[21/07/2021] - Leite: alta para o produtor chegou ao fim?
[21/07/2021] - Geada pode trazer mais perdas para o milho
[20/07/2021] - Unidade do Marfrig é interditada
[20/07/2021] - Massa de ar polar provoca neve e geada no Sul
[20/07/2021] - Exportações de carne seguem em ritmo forte
[20/07/2021] - Arroba: pressão continua
[20/07/2021] - Arroba: frigoríficos seguem segurando compras
[20/07/2021] - Milho: agência prevê quebra histórica na safra
[20/07/2021] - Milho volta a subir no Brasil e no exterior
[20/07/2021] - Agro ajuda a reduzir a inflação no Brasil
[19/07/2021] - Arroba: compras travadas
[19/07/2021] - Arroba: frigoríficos testam o mercado
[19/07/2021] - Leite: produtor precisa ter cautela
[19/07/2021] - Milho: preços perto dos R$ 100 a saca
[19/07/2021] - Importação ilegal de bezerros preocupa pecuaristas
[19/07/2021] - INMET emite alerta para onda de frio
[19/07/2021] - Militantes vêm ao Brasil tentar barrar a Ferrogrão
[16/07/2021] - Massa de ar polar chega ao Brasil no fim de semana
[16/07/2021] - Arroba: frigoríficos tentam forçar baixa
[16/07/2021] - Leite: dá para acreditar em melhora do lucro?
[16/07/2021] - Peste suína africana avança na Alemanha
[16/07/2021] - Agro ajuda a segurar a inflação medida pelo IGP
[15/07/2021] - Arroba: escalas confortáveis em SP
[15/07/2021] - Dá para ganhar dinheiro com confinamento em 2021?
[15/07/2021] - China: rebanho não vai se recuperar tão cedo
[15/07/2021] - Leite: preço sobe e alivia um pouco o produtor
[15/07/2021] - Raiva: 55 casos positivos em São Paulo
[15/07/2021] - FGV: indicador mostra que Agro deve crescer mais
[14/07/2021] - Arroba: oferta curta não permite queda do boi
[14/07/2021] - Arroba: frigoríficos seguram compras em SP
[14/07/2021] - Por que a arroba do boi não sobe?
[14/07/2021] - IMEA prevê crescimento de 25% na pecuária de MT
[14/07/2021] - Prévia do PiB surpreende e registra queda
[14/07/2021] - Governo aumenta estimativa para o PIB
[14/07/2021] - Câmara dá urgência à regularização fundiária
[13/07/2021] - Chineses tentam renegociar preço da carne
[13/07/2021] - Exportações de carne começam julho firmes
[13/07/2021] - Arroba: escalas aumentam e seguram o preço do boi

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br