Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
309,00 296,00 301,00
GO MT RJ
296,00 303,00 292,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2940,00
Garrote 18m 3360,00
Boi Magro 30m 3970,00
Bezerra 12m 2610,00
Novilha 18m 3150,00
Vaca Boiadeira 3300,00

Atualizado em: 20/4/2021 10:25

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Pecuarista lucra com bom manejo de pastagem

 
 
 
Publicado em 08/02/2021

Conhecer as tecnologias e a maneira correta de realizar o manejo da pastagem pode fazer toda a diferença para alcançar boa produtividade do capim e uma nutrição de qualidade para o gado.

No município de Aparecida de Goiânia, em Goiás, trabalhadores rurais e pecuaristas têm buscado melhorar o manejo na fazenda e ter mais rentabilidade, por meio dos cursos gratuitos oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) do estado.

Em uma carga horária de 24 horas, os alunos aprendem sobre os tipos de gramíneas adequadas para a região, processo de degradação, recuperação ou renovação de pastagens, amostras, correção e adubação do solo, métodos de pastejo, forragem de pastagens, secagem de amostras e capacidade de suporte de pastagens.

“Eu trabalho com atividade pecuária e meus pastos estão bastante degradados, pois há anos estão sendo explorados. Fazer correção de solo e tentar reduzir as áreas são técnicas do curso que considero importantes e que podem ser implementadas de imediato”, afirmou o produtor rural Cairo Peixoto.

A parte teórica do curso de manejo de pastagem do Senar é ministrada com uso de vídeos, fotos e apresentação de ferramentas utilizadas na pecuária, como a régua para medir o capim. Mas para que os alunos possam relacionar os ensinamentos com o cotidiano na propriedade, uma aula pratica é realizada.

“Agora a gente vai tomar as decisões baseadas nos conhecimentos que adquirimos aqui, como fazer a correção do solo no tempo certo, observar a pastagem, saber quando colocar e retirar o gado e a altura correta do capim”, disse o produtor rural Ênio Martins.

A dica da instrutora do Senar Goiás, Letícia Vilela, para os alunos é fazer o diagnóstico da área de pastagem, análise de solo, verificação da quantidade de capim sobre a área, correção de solo, uma lista importante para tomar decisões corretas e ter uma pastagem adequada para o sistema de produção.

“Esse é o objetivo do treinamento: mostrar que é possível com a área que se tem, trabalhando melhor as pastagens para ter alimento de melhor qualidade, em boa quantidade e por mais tempo”.

Todos esses conhecimentos têm chegado aos universitários goianos, que buscam complementar os estudos e se qualificar para o mercado de trabalho.

“Eu sou graduanda em engenharia florestal e me interesso muito por sistemas integrados. Na faculdade adquiri conhecimento sobre a parte florestal e o curso do Senar sobre a parte da pastagem, formação e pecuária”, explicou a estudante Liza de Lemos.

Os cursos do Senar Goiás são realizados com apoio dos sindicatos rurais. Essa profissionalização tem ajudado a levar mais renda para as comunidades do campo.

“A cada dia que passa temos sido procurados pela comunidade em busca de conhecimento. Isso é fundamental para ajudar o homem do campo a desenvolver e melhorar sua propriedade rural”, destacou o presidente do Sindicato Rural de Goiânia, Aires Manoel de Souza. Com informações da CNA.
 

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[20/04/2021] - Arroba tem pequena alta em Mato Grosso do Sul
[20/04/2021] - Arroba: frigoríficos voltam a oferecer menos em SP
[20/04/2021] - Exportações brasileiras de carne seguem fortes
[20/04/2021] - Importações chinesas de carne cresceram 11%
[20/04/2021] - Exportações podem tirar o Brasil da crise
[20/04/2021] - Governo suspende imposto sobre milho e soja
[20/04/2021] - Preço do milho não dá sinais de trégua

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[20/04/2021] - Marfrig acelera adoção do transporte ferroviário
[20/04/2021] - Pecuaristas argentinos temem volta das cotas
[20/04/2021] - A hora e a vez do Boi Safrinha
[20/04/2021] - Tereza: recursos do Plano Safra serão recompostos
[19/04/2021] - Frigoríficos tentam derrubar a arroba, sem sucesso
[19/04/2021] - Arroba do boi sobe em Cuiabá
[19/04/2021] - Milho: mercado travado
[19/04/2021] - Agro ajuda Brasil a ter superávit nas contas
[19/04/2021] - Vacinação contra aftosa começa em maio
[19/04/2021] - JBS compra empresa de proteína vegetal na Europa
[19/04/2021] - Ação pede que STF reveja decisão que beneficia JBS
[19/04/2021] - Prévia do PIB indica forte crescimento em fevereir
[19/04/2021] - Alta do IGP-M perde força em abril
[16/04/2021] - Pecuaristas não aceitam preço menor para o boi
[16/04/2021] - Boi: escalas melhoram. Arroba vai ceder?
[16/04/2021] - Exportações do Agro batem recorde histórico
[16/04/2021] - Marfrig nega compra de frigoríficos em dificuldade
[16/04/2021] - Leite: produtores preferem jogar fora a entregar
[16/04/2021] - Impasse no orçamento ameaça Plano Safra
[16/04/2021] - Argentina intervém no mercado de carne bovina
[15/04/2021] - Frigoríficos tentam pagar menos pelo boi
[15/04/2021] - Arroba: frigoríficos conseguem alongar escalas
[15/04/2021] - Abates caíram 60% em Mato Grosso do Sul
[15/04/2021] - Bezerro: relação de troca é a pior da história
[15/04/2021] - Reposição cara pode derrubar o confinamento
[15/04/2021] - CNA pede acordo comercial com a Coréia do Sul
[15/04/2021] - Leite: Conseleite é fundado em Mato Grosso
[15/04/2021] - Novela do Funrural acaba semana que vem?
[14/04/2021] - Brasil pode exportar 35% da carne bovina
[14/04/2021] - Frigoríficos grandes lucram com exportações
[14/04/2021] - Qual a saída para os pequenos frigoríficos?
[14/04/2021] - Arroba: boi China já vale R$ 325 em SP
[14/04/2021] - Frigoríficos seguram as compras em Goiás
[14/04/2021] - Boi subiu 60% em MT, custos também dispararam
[14/04/2021] - Exportações de carne de MT subiram quase 40%
[14/04/2021] - Milho dispara e saca já vale R$ 104
[14/04/2021] - MAPA renova facilidade para pequenos laticínios
[13/04/2021] - Importações de carne da China devem bater recorde
[13/04/2021] - Preço médio da carne exportada disparou em abril
[13/04/2021] - Arroba: boas notícias para o mercado
[13/04/2021] - Scot vê mercado do boi devagar em SP
[13/04/2021] - Rendimento de carcaça melhorou em 2020
[13/04/2021] - Milho dispara e vai além dos R$ 102
[13/04/2021] - Milho: produtividade da safrinha deve ser menor
[13/04/2021] - Existe alternativa pra alta do milho?
[12/04/2021] - Frigoríficos menores vivem crise gravíssima
[12/04/2021] - Exportações cada vez mais dependentes da China
[12/04/2021] - Arroba bate recorde histórico em São Paulo
[12/04/2021] - Arroba do boi volta a subir em Goiás e MT
[12/04/2021] - Oferta de boi segue curta em SP

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br