Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
214,00 202,00 215,00
GO MT RJ
202,00 192,00 202,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 2010,00
Garrote 18m 2310,00
Boi Magro 30m 2780,00
Bezerra 12m 1445,00
Novilha 18m 1690,00
Vaca Boiadeira 2110,00

Atualizado em: 14/7/2020 11:26

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Leite: produção do MS caiu quase pela metade

 
 
 
Publicado em 12/11/2019

A produção de leite entregue aos laticínios de Mato Grosso do Sul diminuiu 47% na comparação com os últimos cinco anos, conforme o Silemes (Sindicato das Indústrias de Laticínios de Mato Grosso do Sul). Além da redução natural da produção nas fazendas, comprometidos seja pela seca e falta de pastagens, por exemplo, a ausência de incentivos ao produtor rural, preços muitos baixos para o produto e alta tributação estadual são apontados como alguns dos motivos pela queda de produção.

Dados levantados pelo Radar Industrial da Fiems apontam que em 2018 eram 59 laticínios no Estado, que empregavam 835 trabalhadores formais diretos com salário médio de R$ 1.827, resultando em uma massa salarial anual de R$ 18 milhões. “No entanto, apesar de os números tão significativos, a produção de leite recebido pelas indústrias laticínias de Mato Grosso do Sul vem diminuindo de forma expressiva, caindo de 197.560.000 litros em 2013 para 104.356.000 litros em 2018, uma redução de 47%”, comentou a presidente do Sindicato, Milene Nantes em audiência pública realizada nesta segunda-feira (11) pela Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Assembleia Legislativa.

Segundo Milene, para fazer com que o setor volte a crescer é necessário que haja uma união entre todos os elos da cadeia do leite, com uma aproximação entre indústria, produtor e governos municipais, estadual e federal. “Se não começarmos a olhar e tentar solucionar as principais dificuldades, podemos ter o fim de uma cadeia muito importante em nosso Estado, que gera empregos, uma receita mensal para o produtor, além de ser um produto de consumo básico”, alertou.

Para o deputado estadual Capitão Contar (PSL), que é o presidente da Comissão de Turismo, Indústria e Comércio da Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a burocracia e disparidade de impostos cobrados no Estado, se comparado a outros estados é outro agravante. “Gostaríamos de desburocratizar, através de projetos de lei, estimular ações públicas e medidas que possam facilitar todo o ciclo da produção em Mato Grosso do Sul”, comentou.

“Em Mato Grosso do Sul, temos impostos diferentes de outros Estados e essa diferenciação prejudica a competitividade local. Além disso, a energia elétrica que as indústrias pagam é muito cara e o consumo dos nossos produtos é pequeno”, completou. Para o produtor Carlos Alberto Zanenga, vice-presidente do Núcleo dos Criadores de Girolando de Mato Grosso do Sul, o setor precisa de incentivos fiscais e criação de cooperativas de laticínios, além de programas assistenciais para o pequeno e médio produtor direcionado a nutrição, sanitária e manejo.

“O segmento leiteiro vem sofrendo há muito tempo com os preços praticados pelos laticínios. Precisamos fortalecer os produtores, que na sua maioria são pequenos produtores. Hoje, Mato Grosso do Sul ocupa o 10º lugar no ranking nacional de produção de leite. Produzimos 33 milhões de litros de leite, uma média 1.9 litros por vaca/dia. Isso pode ser facilmente revertido desde que tenha ações voltadas para o nosso setor”, concluiu. Com informações do Campo Grande News.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[14/07/2020] - Exportações ganham força em julho
[14/07/2020] - Importações de carne chinesas dispararam 73%
[14/07/2020] - Carne bovina sobe no varejo
[14/07/2020] - Quem tem boi China está rindo à toa
[14/07/2020] - Como está o preço do boi pelo Brasil?
[14/07/2020] - Lava Jato: operação por caixa 2 envolve a JBS
[14/07/2020] - Frigoríficos fecham em MS por Covid-19

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[14/07/2020] - PIB brasileiro ensaia recuperação em maio
[14/07/2020] - Medicamentos veterinários podem ficar mais caros
[14/07/2020] - Aftosa: vacinação supera meta em Minas Gerais
[14/07/2020] - RS prorroga prazo para declaração de rebanho
[14/07/2020] - Argentina ensaia recuo em estatização no Agro
[13/07/2020] - Agro brasileiro ocupa espaço no mercado mundial
[13/07/2020] - EUA: Covid não é transmitido pelos alimentos
[13/07/2020] - MP já pediu o fechamento de 11 frigoríficos
[13/07/2020] - Impasse no mercado do boi
[13/07/2020] - Arroba: pressão de baixa não funcionou
[13/07/2020] - JBS aproveita caixa alto para antecipar dívidas
[13/07/2020] - Molina compra mais ações da Marfrig
[13/07/2020] - Qual a tendência para o preço do milho?
[10/07/2020] - PIB do Agro deve crescer quase 9% em 2020
[10/07/2020] - Exportações do Agro são as maiores da história
[10/07/2020] - FIESP prevê disparada no preço da carne bovina
[10/07/2020] - Arroba: frigoríficos continuam precisando de boi
[10/07/2020] - Mercado faz sua aposta para o futuro da arroba
[10/07/2020] - Carne bovina volta a subir no atacado
[10/07/2020] - Justiça manda JBS seguir normas estaduais
[10/07/2020] - Normas podem reduzir produção de frigos em 50%
[09/07/2020] - Começa a faltar carne na China
[09/07/2020] - Exportações: governo manda carta aos chineses
[09/07/2020] - Arroba: frigoríficos pressionam o pecuarista
[09/07/2020] - Arroba do boi volta ao recorde de dezembro
[09/07/2020] - Frigoríficos: excesso de normas gera confusão
[09/07/2020] - Preço do milho em alta
[09/07/2020] - Pedidos de seguro-desemprego recuam em junho
[09/07/2020] - Governo permite inspeção privada em frigoríficos
[09/07/2020] - Crédito rural cresceu 11% em 2020
[09/07/2020] - Agro responde por 72% das exportações de SC
[08/07/2020] - Tendência para o boi é de alta
[08/07/2020] - Como estão as exportações de carne em julho?
[08/07/2020] - Arroba: pressão dos frigoríficos fracassou
[08/07/2020] - Onde o preço do bezerro disparou?
[08/07/2020] - Comércio tem maior alta nas vendas em 20 anos
[08/07/2020] - Inflação subiu em junho, segundo a FGV
[08/07/2020] - Mais um recorde a ser batido pelo Agro brasileiro
[08/07/2020] - Teste detecta 185 funcionários curados em frigoríf
[07/07/2020] - PIB da Pecuária cresceu 8% de janeiro a abril
[07/07/2020] - Frigoríficos querem testar carne vendida à China
[07/07/2020] - Pequenos frigoríficos têm medo de vender à China
[07/07/2020] - Arroba: o boi vai continuar subindo?
[07/07/2020] - Reposição: mercado está aquecido
[07/07/2020] - Leite: preço dos lácteos disparou em junho
[07/07/2020] - Marfrig lança crédito para bares e restaurantes
[07/07/2020] - JBS informa contaminação em outra unidade
[07/07/2020] - Governador do MS é indiciado por propinas da JBS
[07/07/2020] - Bolsonaro testa positivo para o coronavírus
[06/07/2020] - China suspende importações de mais duas unidades

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br