Cotações Mapas Notícias em seu e-mail
Precisa vender? Mais de 6.000 visitantes diariamente esperam pelo seu produto aqui no Pecuaria.com.br. Clique aqui e veja como e facil anunciar!
Arroba do Boi - R$ (À vista)
SP MS MG
200,00 175,00 185,00
GO MT RJ
187,00 182,00 190,00
Reposição - SP - R$
Bezerro 12m 1800,00
Garrote 18m 2200,00
Boi Magro 30m 2500,00
Bezerra 12m 1350,00
Novilha 18m 1620,00
Vaca Boiadeira 1900,00

Atualizado em: 13/12/2019 11:29

Cotações da Arroba: SP-Noroeste, MS-Três Lagoas, MG - Triângulo, GO - Região Sul, MT - Rondonópolis, RJ-Campos
Clique aqui e veja cotações anteriores

 

 

 

 


 
Receba, diariamente, em seu
e-mail nosso boletim com os assuntos que mais interessam
ao profissional do setor.

Clique aqui e inscreva-se gratuitamente.


Adriano Garcia
MTb 10252-MG

 

Arroba do boi já é negociada a R$ 200 à vista

 
 
 
Publicado em 14/11/2019

Nesta quarta-feira (13), a arroba do boi gordo com destino à exportação registrou negócios ao redor de R$ 200,00/@, à vista e livre de impostos. Com as recentes valorizações no mercado interno, os principais vencimentos na Bolsa Brasileira operam com altas significativas.

O contrato outubro/20 registrou nesta sessão valores próximos de R$ 210,00/@. O Analista de mercado da AgroAgility, Gustavo Figueiredo, destacou que o futuro está renovando as máximas com as valorizações no mercado físico. “Tudo que ocorre na B3 é influenciado pelo o mercado físico do boi e uma coisa está desligada da outra. E pela primeira vez na história saiu o primeiro boi de R$ 200,00/@”, comenta.

Acompanhe as cotações da arroba do boi gordo e da reposição em: www.pecuaria.com.br/cotacoes.php

O analista ainda ressalta que é difícil saber o limite que essa vai chegar ao mercado. “A única coisa que posso dizer é que existe margem para pagar por esse animal destinado a China de R$ 200,00/@. Esses novos patamares para a arroba estão sendo ofertados por frigoríficos que atendem o mercado chinês”, afirma.

Para o mercado comum, as referências giram ao redor de R$ 190,00/@ a R$ 195,00/@ no estado de São Paulo. “É complicado, pois a referência para o boi vai se perdendo a cada dia. Na semana passada, nós trabalhávamos com valores de R$ 180,00/@ a R$ 190,00/@, hoje, trabalhamos com R$ 190,00/@ a R$ 200,00/@”, aponta.

A oferta restrita de animais para abate e a demanda externa aquecida é o que tem motivado essas recentes valorizações. “Os frigoríficos estão aumento os preços ofertados pelo os animais para cumprir os contratos existentes. Essa da arroba não está fazendo as indústrias cumprirem negócios com valores negativos, na qual contam com margens grandes”, diz o analista.

As recentes habilitações de indústrias frigoríficas a exportar podem impactar positivamente nos valores da arroba. “São mais frigoríficos disputando mais animais e isso vai acrescentar ainda mais nos preços da arroba ainda mais do que estamos observando. Outro fator positivo é que as indústrias habilitadas são de pequeno e médio porte e de outras localidades do Brasil”, relata.

​Com relação ao Boi a termo antes das recentes valorizações, o analista salienta que os pecuaristas que não garantiram os animais de reposição a margem de lucro ficou curta. “Tem alguns pecuaristas que não vão entregar os animais e que pretendem renegociar os valores, porém quando um frigorífico vai um boi a termo via mercado futuro está pagando os custos dessa operação”, ressalta.  Com informações do Notícias Agrícolas.

  Compartilhe Compartilhe esta matéria    Imprimir

 


   Leia também:
 
[12/12/2019] - JBS paralisa abates para pressionar a arroba
[12/12/2019] - MP pede bloqueio de quase R$ 1 bilhão da JBS
[12/12/2019] - Arroba: frigoríficos seguem pressionando
[12/12/2019] - Pecuaristas: atenção à reposição
[12/12/2019] - Varejo fraco pressiona preço do boi casado
[12/12/2019] - Abates continuam em alta, segundo o IBGE
[12/12/2019] - Exportações de carne batem recorde em MG

Regras para a publicação de comentários


   Notícias Anteriores
 
[12/12/2019] - Pecuarista será indenizada por morte de bois
[12/12/2019] - Qual a perspectiva para o preço do milho?
[12/12/2019] - Caminhonete pode ficar isenta de IPI
[12/12/2019] - Pesquisador do CEPEA vai para a equipe do MAPA
[11/12/2019] - Arroba caiu: qual o ponto de equilíbrio?
[11/12/2019] - Como está a previsão do mercado futuro do boi?
[11/12/2019] - Arroba cai a R$ 192 em Mato Grosso
[11/12/2019] - Quanto está a arroba do boi em Rondônia?
[11/12/2019] - Carne: vendas melhoram e preço sobe no varejo
[11/12/2019] - IGP-M acelera alta puxada pelo boi
[11/12/2019] - Onde a reposição ainda está subindo?
[11/12/2019] - MPF pede sequestro de R$ 5 milhões de fiscais
[11/12/2019] - JBS: MAPA acompanha as investigações
[11/12/2019] - O que muda com a MP da regularização fundiária?
[10/12/2019] - Exportações de carne seguem fortes em dezembro
[10/12/2019] - ABIEC acredita em reabertura dos EUA até março
[10/12/2019] - Frigoríficos prevêem recordes para exportação
[10/12/2019] - Exportações do Agro sobem puxadas pela carne
[10/12/2019] - Pecuarista segura o boi e frigoríficos pressionam
[10/12/2019] - Arroba: frigoríficos seguram compras
[10/12/2019] - MT: arroba perdeu força
[10/12/2019] - Pecuarista está cauteloso na reposição
[10/12/2019] - FGV: alta das carnes não chegará à inflação
[10/12/2019] - MP cobra na Justiça R$ 21 bilhões da JBS
[10/12/2019] - PF acusa a JBS de pagar suborno a fiscais
[10/12/2019] - Bolsonaro assina MP da Regularização Fundiária
[10/12/2019] - Crédito rural cresceu 6% em 2019
[09/12/2019] - Arroba: as quedas também não são para sempre
[09/12/2019] - Tereza Cristina falou sobre o futuro da arroba
[09/12/2019] - Arroba: preço do boi tenta estabilidade
[09/12/2019] - Carne parou de subir no atacado
[09/12/2019] - JBS tirará maior parte dos negócios do Brasil
[09/12/2019] - Marfrig anuncia investimento e retomada de unidade
[09/12/2019] - Marfrig oficializa oferta para saída do BNDES
[09/12/2019] - Frigoríficos querem liberação de crédito em SP
[09/12/2019] - Raiva: Tocantins tira obrigação de vacinar
[09/12/2019] - Milho subiu 28% em um ano
[06/12/2019] - Arroba: mercado busca nova referência
[06/12/2019] - China: quase metade das exportações brasileiras
[06/12/2019] - Alta das carnes puxou a alta da inflação no Brasil
[06/12/2019] - Preço da carne bovina subiu no mundo todo
[06/12/2019] - China tenta reativar mercado de suínos do país
[06/12/2019] - Marfrig: Molina não vai comprar parte do BNDES
[06/12/2019] - Banco prevê recuperação para o mercado do leite
[06/12/2019] - Leite: concorrência limita queda maior no preço
[06/12/2019] - Custos em alta pressionam produtor de leite
[06/12/2019] - Lácteos: demanda deve melhorar no fim de ano
[06/12/2019] - Rondônia anuncia fim da vacinação contra aftosa
[06/12/2019] - RS suspende multa para quem não vacinou
[06/12/2019] - O Brasil terá nova greve dos caminhoneiros?

     Clique aqui para ver o índice geral de noticias


 

 

 

Adicione seu site Comprar e vender Atendimento ao anunciante Mais buscados

Venda para a pecuária brasileira através da Internet!
Clique aqui e veja como anunciar no Pecuária.com.br